Header Ads

Vitória é goleado pelo Atlético-PR

De virada, o Atlético Paranaense chegou a sua quarta vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro ao bater o Vitória por 4 a 1, na Arena da Baixada, seguindo com sua arrancada de recuperação dentro da competição. Com o resultado, o Furacão chegou aos 14 pontos, embolado no meio da tabela, na 11ª posição. Já o Leão, com oito pontos, segue na zona de rebaixamento.


O jogo começou movimentado, mas foi de bola parada, aos 16 minutos da primeira etapa, que Fred abriu o placar para os visitantes, em cobrança de falta perfeita. De cabeça, Wanderson deixou tudo igual, aos 43 minutos. Na segunda etapa, Nikão recebeu e chutou no cantinho para virar. Ederson ampliou, aos 11 minutos e Matheus Rosseto fechou a contagem, aos 35 minutos.

Na próxima rodada, o Atlético Paranaense encara o Sport, domingo, na Ilha do Recife. Já o Vitória recebe no mesmo dia o Bahia, em clássico a ser disputado no Barradão.

O jogo – Os dois times entraram com mudanças no ataque e, nos primeiros movimentos mostravam um jogo aberto. Aos três minutos, o time baiano partiu com velocidade no contra-ataque e Neiton serviu Gabriel Xavier, que na cara do gol chutou cruzado, para fora. O Vitoria jogava no erro do adversário e, aos sete minutos, Yago chegou Kieza, que bateu forte para boa defesa de Weverton.

O Furacão apareceu bem aos 11 minutos, com Ederson invadindo a área e batendo para ótima intervenção de Fernando Miguel. Falta na entrada da área atleticana, aos 16 minutos, e Fred, com perfeição, estufou a rede para abrir a contagem. O gol fez o jogo mudar um pouco, com o Atlético tentando manter mais a bola nos pés. Aos 25 minutos, Otávio arriscou de longe e Fernando Miguel agarrou sem dificuldade.

Aos 29 minutos, Lucho González deixou o jogo, lesionado, para a entrada de Nikão. Aos 36 minutos, Kanu buscando recuou de bola quase enganou o goleiro, desviando pela linha de fundo. Aos 40 minutos, Matheus Anjos cobrou fala e a bola foi para fora, com perigo. Mas, aos 43 minutos, Wanderson aproveitou cobrança de escanteio para subir e testar para o gol para deixar tudo igual.

Depois do intervalo, o Leão voltou com Ramon no lugar de Fred. Aos três minutos, recuo de bola esquisito de Kanu, que quase entregou para Ederson. Fernando Miguel, ligado, chegou antes. Aos seis minutos, Sidcley cruzou para Nikão, que dominou, soltou um petardo e obrigou o goleiro a fazer grande defesa. Mas, aos oito minutos, Sidcley e a jogada e serviu Nikão, que achou espaço e chutou no canto para decretar a virada.

O Furacão aproveitou o bom momento e, aos 11 minutos foi a vez de Ederson marcar aproveitando cruzamento de Douglas Coutinho. A sequência de gols deixou o Vitória desorganizado e o domínio passou a ser atleticano. Aos 22 minutos, Matheus Rosseto recebeu lançamento e saiu em velocidade, mas o árbitro marcou impedimento.

O quarto quase aconteceu aos 25 minutos, com Ederson entrando na área e carimbando a trave. O Vitória chegava esporadicamente, os 32 minutos, Patric cobrou falta e a bola foi direto pela linha de fundo. Virou goleada aos 35 minutos, com Matheus Rosseto arriscando de longe porá fazer um golaço. Com a vitóri a encaminhada, o Atlético deixava o tempo passar e tocava bola.

ATLÉTICO-PR 4 X 1 VITÓRIA

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 25 de junho de 2017, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (DF)
Assistentes: José Reinaldo Nascimento Junior (DF) e Daniel Henrique da Silva Andrade (DF)
Cartões amarelos: Kieza, Geferson, Patric (Vitória)

Gols
ATLÉTICO-PR: Wanderson, aos 43 minutos do primeiro tempo; Nikão, aos 08 minutos e Ederson, aos 11 minutos e Matehus Rosseto, aos 35 minutos do segundo tempo
VITÓRIA: Fred, aos 16 minutos do primeiro tempo

ATLÉTICO-PR: Weverton; Cascardo, Wanderson, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Rosseto e Lucho (González); Matheus Anjos (Deivid), Douglas Coutinho e Ederson (Grafite)
Técnico: Eduardo Baptista

VITÓRIA: Fernando Miguel; Patric, Kanu, Fred (Ramon) e Geferson; Willian Farias, Uillian Correia, Yago e Gabriel Xavier (Paulinho); Neilton (David) e Kieza.
Técnico: Alexandre Gallo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.