Header Ads

Após mais uma derrota, torcida do Vitória pede: vai embora, Ivã de Almeida

Após mais uma derrota no Campeonato Brasileiro, o Esporte Clube Vitória é o lanterna da disputa. O São Paulo venceu o Leão por 2 a 0 e se aproximou do G-6, na noite desta quinta-feira (8). O Rubro-Negro soma um ponto na competição e acumulou a quarta derrota seguida, a última na estreia do técnico Alexandre Gallo.

Nas redes sociais, a torcida registrou seu descontentamento, e pediu a saída do presidente do clube, Ivã de Almeida. “Vai embora, Ivã de Almeida! Você está acabando com o Vitória. Respeitem meu time, respeitem os anos e história do Vitória”, disse um torcedor.

Um torcedor ainda pediu: “pegue esse lote de comunista filho da p*** que você botou no Vitória e vá para p*** que pariu”. “O time só terá um resultado quando esse incompetente sair”, disse mais um torcedor do Leão.

Outro publicou: “nenhum técnico resolve essa situação. Jogadores visivelmente abalados, sem vontade. Fazendo o torcedor de babaca com esse time, não vence desde abril, sacanagem o que estão fazendo. Vergonha”.

Ainda por meio das redes sociais, a torcida lembrou das promessas feitas pela chapa Vitória do Torcedor, comandada por Ivã de Almeida, eleito para o triênio 2017-2019. “Só pra relembrar as promessas de campanha”, recorda um torcedor que usou a reprodução de uma postagem feita pela chapa antes de ser eleita.

“Novamente o nosso Vitória está brigando para não cair. Essa zona maldita nos persegue! Nos últimos seis anos disputamos a Série B três vezes. Quem é que aguenta? Mas a culpa não é nossa. É de quem está e esteve à frente do clube. Falta planejamento, falta vontade de tornar o Leão mais forte”, diz trecho da publicação feita no dia 24 de novembro do ano passado.

No final do mês passado, um grupo de conselheiros do Vitória requisitou que o presidente do clube deixasse o cargo. Na oportunidade, os rubro-negros acusaram o dirigente de colocar "interesses particulares e amizades à frente dos interesses" do clube.

Os conselheiros afirmam que houve a contratação de integrantes "sem expertise" ou que "não são profissionais da área de futebol" para a formação do departamento de futebol. Na época, a diretoria era comandada por Sinval Vieira, que deixou o clube também no mês passado. Confira o texto divulgado pelo grupo:


Salvador, 30 de maio de 2017


Ao Presidente do Conselho Deliberativo de Esporte Clube Vitória,

Paulo Catharino Gordilho Filho

Presidente,

Nós, membros do Conselho Deliberativo do Esporte Clube Vitória, tendo em vista o total descumprimento, pelo Conselho Diretor, dos compromissos assumidos quando da realização das eleições no Clube, sobretudo no que diz respeito à profissionalização do Departamento de Futebol (principal razão de ser do Esporte Clube Vitória), notadamente colocando interesses particulares e amizades à frente dos interesses do Clube, com a contratação de integrantes sem expertise ou que não são profissionais da área de futebol para a formação do referido Departamento, viemos requerer, através desta, a DESTITUIÇÃO DO PRESIDENTE DO CONSELHO DIRETOR, Sr. Ivã de Almeida, com base no artigo 36, inc. IV do Estatuto Social aprovado na Assembleia Geral Extraordinária de 02 de abril de 2017, que versa:


“Art. 36. Ao Conselho Deliberativo compete:

IV - destituir, a qualquer tempo, por decisão de 2/3 (dois terços) do Colegiado, os membros do Conselho Diretor por ele eleitos;”

Subscrevem, os Conselheiros:


1.Walter Augusto Chagas Ribeiro Leite
2.Cesar Chammas Dáu
3.Liana Chagas Ribeiro Leite
4.Vinicius de Santana Santos
5. Barbara Tereza Chagas Ribeiro
6. Erika Maria Ribeiro Souza
7.Tiago Jerran Ferreira dos Santos
8.Cléber Santos Barbosa
9. Ana Carolina Sena Gomes Sergio
10.Vinicius Viana dos Santos
11.Wendel Barreto Xavier
12. José Adauto Oliveira de Menezes Júnior
13. Francisco dos Santos La Torre
14. George Oliver Jezler de Matos
15.Carlos Antônio Amorim de Oliveira
16. Juliana Santos Malhado Silva
17- Marcelo Ribeiro de Freitas Oliveira
18-Roberto Vieira de Mello Elgaid

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.