Header Ads

Entrevista com Viáfara ex-goleiro do Vitória

Ídolo da torcida do Vitória, o goleiro colombiano Viáfara, atualmente no Deportes Quindio, conversou com o site Bahia Notícias e falou sobre seu principal clube na carreira. Como sempre muito provocador, o arqueiro, que fez história no Leão, falou sobre a Toca, um possível retorno e seu principal rival: o Bahia. 

Bahia Notícias: Viáfara, como andam as coisas? O que tem feito após deixar o Brasil?
 
Viáfara: Após a minha saída do Brasil e retorno à Colômbia, continuo com minha carreira. Agora estou atuando pelo Deportes Quindio.
 
BN: No rubro-negro você se tornou um ídolo. Ainda chega a pensar na Toca do Leão e nos bons momentos que teve no clube?
 
Viáfara: Sempre penso no Vitória. Lembro e continuo atento ao desempenho do time e ao clube em geral. Sou torcedor e sempre acompanho.
 
BN: Depois de alguns anos defendendo a camisa do Vitória, para você, o que foi determinante para sua saída do clube?
 
Viáfara: Acredito que eu, além de ter sido um jogador, fui um torcedor também. Em algumas situações quis opinar ou ajudar como se fosse parte da diretoria. Acho que isso me fez perder o foco de ser atleta naquele momento.

BN: Deixar o clube daquela forma te deixou muito chateado ou, para você, são coisas que acontecem no futebol?
 
Viáfara: A verdade é que me arrependo da decisão que tomei naquele dia. Me deixei levar pelo orgulho e raiva, pelo fato de me sentir magoado com o presidente (Alexi Portela), que achei que era meu amigo. Nunca deveria pedir para rescindir meu contrato com o clube.
 
BN: Um ano antes da sua saída, você foi destaque naquela campanha que colocou o rubro-negro na final da Copa do Brasil. Perder aquele título foi o pior momento no clube ou o rebaixamento ao fim daquela temporada marcou mais?
 
Viáfara: Meu três piores momentos foram, sem nenhuma dúvida, a derrota na final da Copa do Brasil, a queda para a Série B do Campeonato Brasileiro e a minha saída do clube.
 
BN: Mesmo após sair de Salvador, muitos torcedores te procuram e pedem para você retornar ao clube. Existe alguma possibilidade?
 
Viáfara: Até hoje recebo carinho e apoio dos torcedores, seja para retornar à Toca do Leão ou ter sucesso onde estiver. Sempre que houver essa saudade, haverá a possibilidade de retornar ao clube.
 
BN: Muita gente comentou, antes de deixar o Vitória, que você teve uma proposta do Bahia. Existiu alguma conversa realmente?
 
Viáfara: Jamais tive alguma proposta do Bahia ou procurei alguém de lá.

BN: Pela identificação que tem com o Vitória, vestiria a camisa tricolor?

Viáfara:
Acredito que não. Sou rubro-negro de coração e não me sentiria à vontade defendendo a camisa tricolor, mas não tenho nada contra o clube. Do Esporte Clube Bahia só ficou a brincadeira do Superman, que ficou fraco (risadas). Mas é só uma brincadeira saudável.

BN: Chegou a ver a Arena Fonte Nova? O que achou?
 
Viáfara: Vi, sim, a 'Arena 51' (risadas). Ficou show. Linda mesmo. A cidade merecia um estádio assim. A região Nordeste também.  
 
BN: E o futebol brasileiro? Mesmo que não seja no Vitória, gostaria de voltar ao país que teve tanto sucesso?
 
Viáfara: Com certeza. Adoraria voltar ao clube que gosto e amo, mas se não for possível, seria um prazer jogar em outro clube no Brasil.

BN: Já recebeu propostas desde que chegou à Colômbia?
 
Viáfara: Não tenho recebido, mas se tiver algum empresário lendo a entrevista, pode me ligar.
 
BN: E por falar em seu país, como está o atual momento do futebol colombiano?
 
Viáfara: O futebol da Colômbia está ótimo. O melhor exemplo é a seleção, que está perto de se classificar para a Copa do Mundo no Brasil. 

Fonte: Site Bahia Notícias



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.